Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

VOCÊ É UM SER PENSANTE

 Meu anseio: ver nossa gente - os cristãos - raciocinar. O romanismo, que há séculos, subjugou os princípios do evangelho aos seus caprichos e interesses, levou uma parte da Europa, mormente a Ocidental, a guiar-se por seus tutores, intermediários entre Deus e os homens, porque esses "não tinham conhecimento, razão, raciocínio " para ir ao Pai Celestial. Tudo o de que precisassem passaria pela intermediação do clero e a peso de ouro; por essa trilha também caminharam os reis católicos, portanto, a política. Veja-se ainda hoje o resultado dessa escravidão do raciocínio.
Posteriormente, veio, com o "Ressorgimento" (segundo outros, o Renascimento) o protestantismo, que libertaria o homem dessa mais que secular amarra, mas o efeito estava e está indelevelmente registrado na alma humana.
Os que se despojaram do "magister dixit" católico romano desviaram -se para o extremo do ateísmo e do agnosticismo; os outros, entregaram-se humildemente ao cajado de seus líderes, arrepiando-se à menor ideia de raciocinar, analisar e discutir assuntos com seus "ungidos" contra quem é impossível opor-se.
Cristãos, a quem o Filho de Deus proibiu o raciocínio? Na parábola do moço rico, após dialogar, Jesus disse "Vai e faze o mesmo"; ele não disse "fica e aceita". Disse "vai", também, à mulher pecadora. Aos discípulos "que ele mesmo escolhera" fez convite "vem!". A você, meu irmão, Jesus, por seu evangelho, diz "vem!"; não o obriga nem lhe impõe coisa alguma. Caso você venha, será um discípulo pronto a percorrer alegre e racionalmente como ensina o apóstolo Paulo, a senda da liberdade espiritual e racional.
"... Conhecereis a verdade..." (conhecer a verdade" é fruto do raciocínio) "...e a verdade vos libertará." (João, 8.32).

Izaldil Tavares de Castro

2 comentários:

  1. Excelente comentário que retrata a subserviência de uma grande parcela dos chamados "cristãos".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ilustre pastor, Genivaldo, seus comentários sempre me enobrecem, porque são claros e esclarecedores. Meu abraço ao amigo e companheiro. Deus continue derramando bênçãos sobre sua vida.

      Excluir