Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

VERDADE SEJA DITA: ESTÁ MUITO FEIO!

 Estou farto de ver neste Brasil um cristianismo fraco, pusilânime, arredio, com relação a todo e qualquer desmando político, social, religioso, evangélico...
Vive-se um cristianismo que se curva a todas as pseudoigrejas evangélicas, praticantes de heresias, de "macumba santa", de práticas judaizantes, de falsas curas e milagres. Veem-se lideranças que se calam, simplesmente por conveniência ou conivência.
Enojo-me por ver lideranças que estão preocupadas apenas com sua posição pessoal à frente de seus famosos ministérios e à grandiosidade de seus prédios-templos. Irrito-me com a enorme quantidade de "crentes" domingueiros-de-meio-expediente. Explico: vão à igreja aos domingos pela manhã ou à noite: nunca nos dois períodos. Se há reunião no sábado, livram-se do domingo!
"Crentes" que supervalorizam a chusma de cantores gospel e de pregadores famosos, contadores de causos em Camboriú e adjacências; pregadores que abordam apenas temas paganizados que farão a plateia morrer de rir; mas, uma plateia que tem aversão às Escolas Bíblicas. "Crentes" que amam as palmas sem sentido, mas rejeitam o ajoelhar-se. "Crentes" que aceitam um ensaio de peça festiva no domingo à tarde, mas jamais aceitarão uma reunião de estudo bíblico no mesmo horário.
Reputo falsos esses "crentes", porque conhecem a verdade, mas, adaptam-na ao seu gosto e vontade.
Repilo uma igreja que se murcha diante da crítica ferrenha ao pecado, interno ou externo, ou dá pesos diferentes às faltas: todos são iguais, porém, uns são mais iguais do que outros. Vive-se em tempos de uma igreja pronta para ser vomitada, pois não é quente nem fria.
A Igreja quente está sofrendo a pressão da sociedade, ao mesmo tempo em que é silenciada pela igreja morna. Deus tenha misericórdia!
Izaldil Tavares de Castro.

Um comentário:

  1. Caro pastor Izaldil Tavares,

    Paz amado!

    Por vezes penso estar fora de mim e estar exigindo demais.

    Mas, por vezes, e na maioria, entendo apenas que, desejo o Evangelho com Simplicidade.

    Não aguento mais as súplicas por dinheiro. Não aguento mais os cargos chamados VITALÍCIO.

    Não aguento mais as consagrações ao cargo de PASTORAS.

    Não aguento mais os louvores com ridículas frases que não parafraseiam a Bíblia como base ao verdadeiro louvor ao Senhor dos Exércitos.

    Não aguento mais a hipocrisia desastrosa e digna do inferno.

    Não aguento mais a quantidade de consagrados ao ministério atrás dos pregadores fazendo caras e boas.

    Não aguente mais a insistência de tantas correntes de orações sem significado real e digno diante de Deus para que possuam mais tempo para os pedidos de dinheiro.

    Não me aguento mais diante de tantas coisas que não aguento mais dentro das igrejas.

    Creio que deveriam mudar o nome de igreja para somente casas de oração. A verdadeira igreja está sentindo-se ofendida pelos oportunistas e prostitutos do evangelho que se vendem com facilidade por um cargo no púlpito. Cargos estes cada vez mais em excessos para uma maior conquista de valores e, por vezes, das comissões pagas aos que dirigem congregações ou igrejas afiliadas (escrevi do que sei e posso comprovar).

    Paro por aqui para não agredir a alguns muitos corporativistas conscientes dos seus erros e de seus interesses.

    Sem medo de errar!

    O Senhor seja contigo, nobre companheiro,

    O menor dos teus irmãos.
    Um Tradicional Pentecostal ou um Pentecostal Tradicional.

    ResponderExcluir