Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

terça-feira, 21 de setembro de 2010

SEM SER, NA VERDADE, APOLOGISTA

Estou feliz por ver no blog do amado pastor Ciro Sanches Zibordi o registro de sua indignação diante da postura escandalosa e inaceitável de Edir Macedo, referentemente à questão do aborto. Aliás, a indignação do Ciro sempre se estende a todos os desmandos e incoerências que, não raro, se infiltram no meio conhecido como evangélico. De propósito, não digo meio cristão, porque neste meio só estão arrolados os seguidores de Cristo.
Por outro lado, fiquei abismado por saber que há os que acham que o irmão Ciro evita criticar pastores que, aqui ou ali, podem ter dado seus humanos escorregões. Ora, pastores podem (não devem: nenhum de nós deve) falhar, uma vez que são humanos, são homens sujeitos às oscilações da vida cotidiana. Esses mesmos pastores sabem reconhecer suas falhas e não hesitam, nessas ocasiões, em buscar o perdão divino e humano. O caso de Edir ou dos cantores que têm a “voz da verdade” ou de tantos outros, é diferente. Nesse meio há, deliberadamente, posição que contraria a Bíblia, a qual é incontestavelmente a Palavra de Deus.
Macedo, que dirige um conglomerado econômico-religioso de porte, anuncia a todos os seus incautos seguidores que é absolutamente favorável ao aborto. E fala isso com a maior convicção de que fetos destinados a nascer em condições sociais desfavoráveis não devem ver a luz do dia! Ele não vê a possibilidade de se dedicar à criação do suporte necessário a esses pequeninos seres. É melhor que eles morram! Esse é o “bispo” de muitas almas!
Este texto não vem para noticiar o que já está exposto e sabido. Também não vem para denunciar certos cantores que se declaram “crentes unicistas”. Crentes em quê? Sim, sem dúvida, crentes em heresias. Mas, voltemos a Edir.
Na condição de líder supremo de sua organização, não há dúvida de que os cooperadores de Edir Macedo, em todos os escalões, aplaudem o ponto de vista do chefe. Aqui, então, se ramifica e se espraia a idéia nojenta, adrede preparada para ser inoculada no público. Triste situação dos amigos da “fogueira”!
Edir vai, também, construir o “Templo de Salomão”: outra heresia! Para que se construirá o templo hebraico? Que ele segue? O cristianismo ou o judaísmo? Bem, cristão não é. Judeu também não, já que os seguidores da Lei não têm intenção de que a reconstrução do Templo de Salomão ocorra no Brasil. Quem ele é? Que terreno prepara? Que reino aguarda? É tipo de quem?
Concordo, tanto quanto o pastor Ciro Zibordi, com a Igreja Presbiteriana do Brasil, a qual decidiu classificar a IURD como seita. Os teólogos que analisaram a situação sabem muito bem o que caracteriza as seitas. Os seguidores da IURD não estão no caminho do Senhor Jesus. É necessário que oremos a Deus para que nos dê estratégias para trazê-los ao conhecimento da Palavra de Deus. Precisamos, cristãos, ganhar para Cristo tantas almas que estão enredadas nessas malhas terríveis.
Muitas vezes pensamos na necessidade de converter o caminho dos não-cristãos, dos que não se dizem evangélicos etc. Isso é necessário, mas nos esquecemos de que nem todos os peixes estão nas águas para que os pesquemos. Há peixes agonizando na areia!

Um comentário:

  1. Caro pastor (sim, pastor!), professor e amigo Tavares,

    A paz do Senhor!

    É claro que o irmão é um apologista, a despeito de não usar esse título. Penso que todos os cristãos verdadeiros, que discirnam bem tudo (1 Co 2.15), manejando bem a Palavra da verdade (2 Tm 2.15), o que é o seu caso, podem ser considerados defensores do Evangelho (Fp 1.15), isto é, apologistas.

    Parabéns, pelos seus fluentes e esclarecedores textos. A despeito de eu não inserir muitos comentários aqui, saiba que sou leitor de seu excelente blog.

    Em Cristo,

    Ciro Sanches Zibordi

    ResponderExcluir