Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

terça-feira, 12 de abril de 2016

PARA PENSAR COM MUITA SERIEDADE

Sou pentecostal, nascido (literalmente) e criado na maior denominação pentecostal, onde aprendi o bom pentecostalismo, o bíblico, prometido e cumprido pelo Senhor Jesus.
"E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder" (Lucas, 24.49).
O batismo no Espírito Santo já era buscado na infância;  coisa que hoje é raridade.
Sei também que a falta de correto ensino bíblico, bem como o criticável interesse de muitas lideranças em mostrar a "grande espiritualidade" nos cultos, têm gerado alguma desordem nas reuniões, no tocante às "línguas estranhas".
Ora, o papel primordial do crente é o exame acurado da Escritura Sagrada. Quantos se desdobram em línguas estranhas, porém, jamais estudaram a Bíblia, principalmente, 1Corintios? Isso acontece, porque foram induzidos ao pensamento de que o entusiasmo pentecostal é o auge da aproximação com o Senhor.
Ora, "entusiasmo" não resulta de atitude espiritual, mas emocional. Excesso emotivo é meninice, imaturidade psicológica! Nada a ver com a espiritualidade.
O ensino de Paulo, apóstolo, faz referência a esse assunto. Além disso, a experiência mostra grande quantidade de indivíduos "falantes espirituais" cuja vida não lhes endossa o comportamento.
Sintetizando está reflexão, vamos a uma das recomendações bíblicas sobre o assunto:
"Dou graças a Deus, porque falo em outras línguas, mais do que todos vós; contudo, prefiro falar na igreja cinco palavras em meu entendimento, para instruir outros, a falar dez mil palavras em outra língua. Irmãos, não sejais meninos no juízo; na malícia, sim, sede crianças; quanto ao juízo, sede homens amadurecidos.
(1Coríntios, 14.18-20).
Continuaremos meninos, imaturos?
Ev. Izaldil Tavares de Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário