Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

quarta-feira, 25 de junho de 2014

FRUTO DA CULTURA OU APÓSTATA?

Caio Fábio conseguiu o que prentende, desde que mudou sua carta de navegação: polêmica.
Tenho lido o que dizem doutos e indoutos: desde homens eruditos, grandes expoentes evangélicos, até pessoas simples que expressam apenas "Misericórdia!".
Entre os doutos há quem observe o comportamento daquele (declarado de viva voz na entrevista) ex-pastor, sob a ótica da Sociologia. Assim, Caio Fábio não afeta, necessariamente, aquilo que envolve o mundo e...vangélico, bíblico-teológico, cristão; exemplifica, sim,
a amplitude dos fenômenos sociais, antropológicos.
Mas, há também os doutos que inserem o posicionamento do ex-líder evangélico apenas na esfera bíblico-teológica. Esses o veem apóstata.
Qual dos dois aspectos é mais apropriado à análise dessa polêmica? Creio que ambos têm o mesmo peso; entretanto, a escolha depende daquilo a que se der mais importância.
Se, por um lado, é possível compreender Caio Fábio como produto de um comportamento social generalizado; por outro, não há como ignorar-lhe o desvio terrivel, com relação à regra de fé e conduta de todos os cristãos: a Bíblia Sagrada.
Cristãos honestos não desprezam nada do conteúdo bíblico; assumem-no integral, perenemente imutável e inerrante.
Assim, caso a cristandade relativize a Palavra de Deus, afronta o próprio Deus; desvia-se para o secularismo e rejeita ao próprio Cristo.
Ora, antes de interessar-me pelas grandes análises do comportamento humano, a partir da ótica científica, na condição de cristão evangélico, vejo, com tristeza, o senhor Caio Fábio como desviado dos caminhos do Senhor, não porque, quando pastor, entrou em adultério - Davi cometeu erro grave nessa área. O desvio do Reverendo é ainda pior: despreza com altivez a Palavra de Deus e achincalha a Noiva do Cordeiro.
Que Deus lhe dê tempo para corrigir-se e voltar so primeiro amor pelas Sagradas Letras.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário