Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

domingo, 3 de novembro de 2013

UMA PROFECIA SOBRE O FIM DOS TEMPOS!

A igreja é grande: tem grande espaço para lotação. As pessoas procuram chegar antes da hora marcada, porque procuram um bom lugar, para não perder nada do incrível evento. Chegam automóveis e ônibus lotados. Quase não há onde estacionar.
O evento? Um famoso pregador, televangelista de renome internacional, será o pregador da noite. Ele não é estrangeiro, não é americano, mas fez escola com os mais eminentes pregadores daquele país.
Sua mensagem: Uma voz fortemente profética sobre o fim do mundo e o destino da Igreja.
Claro, todos querem ouvir essa "profecia": precisam saber o que virá, após esta vida cada dia mais conturbada. Creem que Deus está dando-lhes a imperdível oportunidade da previsão do futuro, pela voz do profeta internacional.
Bem, deixemos a multidão à procura de um lugar cômodo, próximo do homem ungido.
Por que Deus mandaria um "profeta" para trazer uma mensagem sobre o fim dos tempos? Será que na sucessão dos eventos futuros, Deus teria se esquecido de algo? Terá Ele se socorrido de um grande pregador para complementar as informações escatológicas?
Talvez haja falha nos relatos dos profetas bíblicos, talvez o Senhor Jesus tenha se esquecido de dizer algo. Talvez o Espírito Santo não tenha inspirado plenamente os dizeres de Pedro e de Paulo sobre o assunto. Talvez as páginas da Bíblia necessitem do complemento vindo por meio do "profeta das multidões".
Por que as multidões são convidadas para eventos como o descrito acima? Por que as multidões aceitam tais convites?
Ora, são convidadas porque quem as convida sabe quão desconhecedoras da Bíblia são essas pessoas: bela massa de manobra para seus intentos escusos (Jr 23.16;31). Pelo mesmo motivo, o desconhecimento da Palavra de Deus, as massas afluem a todas as reuniões em que se anunciam o que elas ignoram (Jr 23.1-4; Mt 22.29)
Não há necessidade de "profeta do apocalipse", no sentido de trazer novidades escondidas. Há necessidade, sim, de mestres e doutores (segundo a Bíblia) para fazerem o trabalho didático dos assuntos escatológicos. Mas não há necessidade de "profetas do futuro". Esses são homens amantes de si mesmos, à procura de autoafirmação, de elogios, de palmas e... de dinheiro!
A Bíblia é a única, completa e fiel profecia sobre o fim dos tempos. Deus, por sua misericórdia, nada deixou que os seus servos não conhecessem Dt 4.2; Is 55.11)

Nenhum comentário:

Postar um comentário