Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

QUEM PRECISA DE FACULDADE DE TEOLOGIA?

 Para eu cuidar bem da minha saúde, preciso ser médico? Para não deixar incendiar a minha casa, preciso estudar o processo químico do fogo? Para viajar em avião, preciso ser piloto? Se não há tais necessidades, por que preciso valorizar tanto os estudos teológicos para ser um cristão?
Creio que devemos deixar a Medicina para os médicos, a questão das chamas, para os químicos e bombeiros, a condução da aeronave para os pilotos e a Teologia... para os que lideram nas igrejas.
Não estou me pondo de exclusivista; faço um raciocínio lógico, porque tenho visto uma supervalorização da Teologia, que provoca enorme interesse em grande parte da sociedade cristã evangélica, em detrimento do estudo orientado das Escrituras Sagradas.
Isso provocou o incremento de "faculdades" de Teologia, pelo país, que admitem alunos sem formação secular, enganando-os com uma inválida "identidade ministerial": maldade que instrui maldosos, os quais sairão a propagar seus desconhecimentos e heresias aqui, ali e acolá.
Ninguém precisa de estudos teológicos para aprender Bíblia numa Escola Cristã Dominical; mas todos precisam de um líder ensinador com preparo bem feito tanto na instrução secular quanto na teológica. O resto é enganação de incautos e roubalheira de espertalhões.
Outro problema nesse âmbito é que muitas pessoas têm entendido um ministério pastoral como possibilidade de carreira profissional e bem remunerada. Não há vocação; não há chamada divina para essa gente: são mercenários. Esses procuram "documentar-se" para seguir sua infeliz carreira. E encontram que os "documente".
Cabe-nos o papel de denunciar essa corrupção também no meio evangélico brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário