Translate:

Pesquisar este blog

Receba as atualizações do blog em seu e-mail:

• Arguivo do blog

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

NÃO PISE EM OVOS!

A regência verbal é um dos mais importantes capítulos da gramática normativa do nosso idioma. Quem precisa empregar a norma culta padrão da língua não pode prescindir desse capítulo. É a regência verbal que nos oferece as normas da sintaxe verbal, seja a partir do significado, seja da própria construção da frase. Quanto ao significado, vale lembrar a polissemia também dos verbos - multiplicidade de significados – quanto à construção da frase, a transitividade dos verbos. Observe a variedade de significados para o verbo “assistir”.

1.      Dar assistência: O médico assiste o paciente.

2.      Presenciar: Os alunos assistiram a uma aula.

3.      Ser de direito: Este direito assiste a todo cidadão.

4.      Residir: Naquela época eu assistia em Curitiba.

Você deve ter percebido que além da variedade de sentidos, há variedade de construções, empregando ou não uma preposição. É a regência verbal a matéria que orienta esse assunto.

Hoje interessa-nos a questão do verbo “pisar”. Quais os seus possíveis significados? Vários, apresentados nos dicionários. A pergunta que me vem: “Não pisar a grama.” Ou “Não pisar na grama.”?

Nesse caso, o verbo pisar assume o sentido de “pôr o pé sobre” “andar por cima”. A regência verbal instrui que se trata de um verbo intransitivo, regente de preposição “em”: pisa-se em algo. Logo, diremos: “Não pise na grama”. Há a idéia de preservar o gramado, por isso se proíbe andar por sobre ele.

Por outro lado, esse verbo assume também o sentido de “amassar”. Nesse caso, é transitivo direto (não rege preposição). Assim diremos: “Pisar uvas é costume antigo dos vinhateiros.”

Portanto, tome cuidado para não pisar em ovos!

Nota: Consulte sempre um Dicionário do Regime dos Verbos; mas não faça como a moça de cabelos coloridos que, pretendendo emagrecer, resolveu comprar esse Dicionário de Regime dos Verbos.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário